Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 31 de outubro de 2010

Pedais e Sapatilhas

     Durante nossas pedaladas estaremos utilizando pedais de encaixe, ou seja, utilizaremos sapatilhas para pedalar. Para quem não conhece, este sistema nada mais é do que uma forma de prender o calçado ao pedal, sendo necessário que o ciclista faça um giro sobre a ponta do pé para conseguir desprender a sapatilha do pedal.
     Muitos cicloturistas preferem pedalar somente com pedal comum ou então com pedaleira, pois sentem um maior conforto e não existe a necessidade de levar mais um calçado para o dia a dia. Entretanto nos adaptamos bem ao uso da sapatilha e acreditamos que, apesar de ter que levar um calçado para o dia a dia, os benefícios que o uso da sapatilha oferece são muito maiores do que seus empecilhos.
     Devido ao sistema de pedal de encaixe o ciclista consegue desenvolve ao máximo a pedalada, pois consegue empurrar e puxar o pedal.

sábado, 30 de outubro de 2010

Vestuário

     Escolhemos como nossa marca principal de vestuário a Technogel. Acreditamos que suas roupas de grande qualidade ajudarão no desenrolar da expedição. O grande destaque da Technogel são suas calças e bermudas específicas para ciclismo que possuem forro em gel, absorvendo os impactos e tornando a pedalada muito mais confortável.
     Além das peças fornecidas pela Powertrack, empresa fabricante da Technogel, levaremos casacos impermeáveis, agasalhos para o frio, meias e luvas de ciclismo.
     Para os momentos de lazer utilizaremos as roupas fornecidas pela Brasil Sul, entre elas, calças de material transpirável, casacos de fleece e blusinhas para o verão.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Luzes de segurança, bombas de quadro e multi ferramentas

     Luzes de Segurança


    Essencial para qualquer ciclista as luzes de segurança são de extrema importância, pois indicam a posição do ciclísta na via. Utilizaremos dois modelos de luzes, sendo um da Cateye e outro da Black Burn.
Bombas de quadro
  
     Levaremos duas bombas que se adaptam ao quadro para facilitar seu transporte. Uma será da marca Giyo e outra será a do modelo Master Blaster mini da Topeack, sendo que as duas possuem medidor de pressão. Ambas podem ser utilizadas em válvulas presta ou schrader.



           Multi ferramentas

   Estas ferramentas se caracterizam por terem diversas funções e serem extremamente compactas. Como em tudo nesta viagem, estamos levando uma principal e outra para eventuais problemas. Desta maneira levaremos uma da Crank Brothers e outra da Topeak.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Simulação 01 - POA - Três Coroas - POA

     No dia 24 de Outubro de 2010 saímos de Porto Alegre às 11h da manhã rumo à nossa primeira simulação da viagem: Porto Alegre - Três Coroas. Escolhemos este roteiro por se tratar de um caminho rico em aclives e declives pouco acentuados onde poderíamos treinar força e resistência muscular. Tivemos que percorrer um trecho de trem de Porto Alegre a São Leopoldo, visando a segunça da viagem. Em seguida iniciamos a pedalada rumo a Três Coroas: o percurso de bike teve 85Km de distância e duração de 5h30min de chão, chuva e muita atenção aos veículos na estrada.
     Ao chegar no nosso destino, montamos o acampamento no Parque das Laranjeiras e saímos para acompanhar o nosso amigo Miguel no briefing de uma corrida de aventura que ele participaria no domingo. Em seguida fomos jantar em uma pizzaria local que é uma delícia e ainda realiza um trabalho de inclusão social muito bacana para ex-dependentes químico. Com todas estas atividades, só fomos dormir a meia-noite nos nossos sacos de dormir durinhos mas quentes.        Na nossa noite de teste na barraca pudemos perceber que ela protege bem do vento e do frio mas condensa um pouco o calor produzido dentro da mesma, aprendemos que devemos deixar a ventilação lateral sempre aberta para evitar a umidade durante a viagem oficial. No dia seguinte acordamos as 10h, tomamos café, arrumamos a bagagem e retornamos para Porto Alegre. Por ser o segundo dia de viagem e o sol estar muito forte, cansamos mais rapidamente e tivemos que ficar mais tempo em cada parada. Além disso, o pneu de uma bike furou e tivemos que consertá-lo. Duração da viagem de retorno: 6h15min. 
     Conclusões a que chegamos: pára-lamas são fundamentais, devemos sempre manter uma ventilação na barraca, chuva com calor não é um problema se não houver vento, precisamos de um isolante térmico que não ceda demais com o nosso peso, por mais que nos preparemos sempre haverão situações inusitadas, e é isso que torna esse nosso projeto tão rico.
     Veja o nosso vídeo e as nossas imagens coletados no percurso!

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Faróis

     A escolha de qual farol utilizar parece ser algo muito simples, porém não é tanto quanto aparenta. Existem algumas variáveis, para não dizer muitas, que devem ser levadas em consideração. A duração das pilhas/baterias, que tipo de alimentação utiliza, a potência, impermeabilidade, entre outras são as principais questões a se pensar.
     Após analisar estas questões decidimos utilizar 03 (três) tipos de farol. Abaixo estão quais e porquê utilizaremos tais equipamentos.
     Farol Cateye Single Shot HL-EL610
Este será o farol principal devido à sua grande potência de 15.000 velas. Como pretendemos pedalar apenas enquanto houver luz solar é importante termos um farol potente para quando for necessário extendermos nossa jornada diária. Apesar de sua grande potência ele possui uma autonomia relativamente grande, sendo de 36h na função pisca, 9h no farol baixo e 3h no farol alto. Além disto sua bateria é recarregável em 110 e 220V.

     Farol Cateye HL-EL530


Este será o segundo farol. Sua relação de potência x autonomia é uma das melhores do mercado, pois com 1.500 velas a bateria tem uma vida útil de 90h. A alimentação deste modelo é realizada através de 4 pilhas AA, ou seja, é de fácil reposição durante a expedição.






     Farol Niterider Ultrafazer 5.0
Este farol foi escolhido para servir de reserva do farol principal devido sua grande luminosidade e utilização de poucas pilhas. Com apenas duas pilhas AA ele tem a duração de, aproximadamente, 50h de luz. Ele será utilizado em momentos em que não consigamos recarregar a bateria do farol principal.

domingo, 24 de outubro de 2010

Escolha de equipamentos, vestuário e acessórios

     Durante esta etapa de preparação utilizamos diversos tipos de equipamentos, vestuário e acessórios. Com o passar do tempo fomos verificando os prós e contras de cada um e escolhemos os mais adequados para nossa aventura, assim esperamos.
     Em breve estaremos postando fotos e relatos com maiores detalhes dos materiais escolhidos e de como faremos a organização de toda bagagem.

sábado, 23 de outubro de 2010

Cicloturismo

     O cicloturismo é uma forma de turismo que consiste em viajar utilizando como meio de transporte uma bicicleta. É uma maneira muito saudável, econômica e ecológica de se fazer turismo.
     A bicicleta causa uma ligação quase que mágica com as pessoas, pois a recepção dada a um cicloturista é mais calorosa do que se o viajante chegasse em outro meio de transporte. Outro fator importante no cicloturismo é o conhecimento que se adquire de outras culturas e costumes das cidades visitadas.
     Para praticar esta modalidade é necessário algumas precauções para não sofrer contratempos na estrada.
     O tipo de bicicleta utilizada para uma viagem, deve ser além de confortável, forte e em bom estado, deve permitir que se percorra qualquer tipo de piso, ou seja, asfalto e terra. A bicicleta necessita de revisões periódicas, no mínimo uma vez por mês, devendo o cicloturista ter noções básicas de como montá-la e desmontá-la, aprender a trocar ou consertar a corrente, regular freios e troca marchas.
     No Brasil o costume e a cultura de pedalar sempre esteve ligado às pessoas que não possuem automóvel, uma classe mais humilde. Em alguns países, como a Holanda, são oferecidas ótimas condições para o desenvolvimento deste esporte ou atividade física, entre elas, ciclovias, transporte com ônibus adaptados, estacionamentos próprios para bicicletas e tantos outros.
     Há duas modalidades básicas de cicloturismo: de forma autônoma e com suporte. Viajar com autonomia pode ser praticado tanto solitariamente como em grupo. Nesta modalidade o viajante leva consigo tudo o que precisa na viagem, normalmente nas bolsas específicas para bicicleta chamadas alforjes.
     Na modalidade com suporte, geralmente o viajante contrata o serviço de uma operadora, que organiza o roteiro, hospedagem e alimentação, normalmente transporta os pertences do viajante e oferece serviço de guia.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Loja Arco e Flecha

     Nesta semana fechamos parceria com a loja esportiva Arco e Flecha (http://www.arcoeflecha.com.br/). Líder no segmento e uma das mais antigas lojas brasileiras na internet, a Arco e Flecha está nos apoiando com peças de vestuário e acessórios para nossa expedição. A loja oferece produtos para praticantes de atividade física, camping e pesca desde a alimentação até cilindros de ar para mergulho. Demonstrando sua grande preocupação com o meio ambiente a Arco e Flecha é a mais nova parceira do projeto!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

O projeto

     O projeto "América do Sul no Pedal" consiste numa expedição de bicicleta pela América do Sul com duração de 500 dias que ocorrerá entre 17 de novembro de 2010 e 30 de março de 2012. A jornada terá como local de partida e chegada a cidade de Porto Alegre. O percurso passa pelo Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Colômbia, Equador e Venezuela e regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul do Brasil, tendo aproximadamente 29.000 Km.
     A expedição visa divulgar e valorizar a cultura Latina além de demonstrar a possibilidade de se deslocar sem a utilização de veículo automotor e, consequentemente, sem poluir. Também buscamos demonstrar que é possível a inserção de atividade física no cotidiano, tornando desta maneira a rotina mais saudável, com maior qualidade de vida e sem dúvida alguma mais feliz.
     Serão explorados diversos tipos de relevo, vegetação e clima, desde as Cordilheiras dos Andes, na fronteira entre Argentina e Chile, até a floresta Amazônica no Brasil. Locais pouco conhecidos serão revelados e alguns conhecidos como os mais belos do continente serão vistos por uma ótica diferente.
     Na bagagem estaremos carregando conosco a cultura gaúcha e brasileira onde quer que estejamos. Desta maneira estaremos difundindo nosso jeito de viver, encarar a vida com a disposição, felicidade e garra, características marcantes do nosso povo. No decorrer da expedição vamos colhendo vivências e experiências que difundiremos por onde passarmos e quando chegarmos de volta ao nosso rincão.

sábado, 16 de outubro de 2010

Um pouco mais sobre nós

     Como estamos recém iniciando nossas publicações decidimos falar um pouco mais sobre nós e como surgiu a idéia deste projeto que muitos chamam de louco.
     Cristiane Pedroso Trindade, a Cris, é uma guria formada em educação física pela ESEF - UFRGS. Pessoa sempre muito dedicada teve formação em ballet ainda muito jovem. Durante a faculdade foi tendo mais contato com esportes ligados à natureza e se interessando cada vez mais por estas práticas. Durante os semestres finais começou a trabalhar na Academia Sal da Terra, onde trabalhou até poucos dias atrás. Largou tudo para se dedicar à preparação para o desenvolvimento deste projeto.
     Moacir Miorando Júnior, também formado em educação física pela ESEF - UFRGS e tenente R2 do exército, sempre foi muito ligado aos esportes. Praticante de muitos esportes desde criança, começou a praticar corrida de aventura por meados de 2004. Com o contato com a natureza durante as provas viu a beleza de estar inserido neste meio sem destruir e poluir.
     Em 2009, com a previsão de baixa das fileiras do exército para junho de 2010, começamos a pensar no que faríamos. Sempre tivemos a idéia de viajar mundo a fora para conhecer novas culturas. Em um determinado dia pensamos que seria possível realizarmos esta tão esperada viagem e ainda divulgarmos o nosso ideal de consciência ambiental, de se deslocar sem poluir e ser fisicamente ativo. Assim nasceu o projeto "América do Sul no Pedal"!
     Desde o natal de 2009, quando fizemos o trajeto Porto Alegre - Pinhal acompanhados por alguns amigos durante 12h intermináveis de pedal, estamos treinando e nos preparando para o início desta grande jornada.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

City tour em Porto Alegre

Realizamos um passeio ciclístico por Porto Alegre para mostrar para você os principais pontos da cidade.  Abaixo você encontra uma breve descrição dos locais em que passamos.
Calçadão de Ipanema - ponto muito bonito da cidade onde temos uma bela vista do Guaíba. Bem movimentodo em finais de semana ensolarados, principalmente no horário do por do sol.
Usina do Gasômetro - Antiga usina da CEEE que atualmente está desativada e tornou-se um centro cultural de Porto Alegre. Fica localizada no centro da cidade e na orla do Guaíba. Tem grande procura por aqueles que gostam de ver um dos por do sol mais bonitos do mundo.
Parque Farroupilha - A famosa "Redenção" é um dos parques mais frequentados de Porto Alegre, devido inúmeros locais para refletirmos, tomarmos um chimarrão com os amigos e aproveitarmos o final de semana. Além disto ocorre aos domingos o Brique da Redenção, onde podemos encontrar um pouco de tudo nos estandes, desde antiguidades até obras de arte.
Estátua do Laçador - Monumento escolhido pelo povo como representante da cidade de Porto Alegre. Trata-se de uma estátua de um gaúcho da campanha. Está localizada na entrada da cidade e é um dos principais cartões postais de Porto Alegre.
Jardim Botânico - Um belo refúgio procurado por aqueles que querem escapar da poluíção da cidade e ver como é rica nossa biodiversidade.
Parque Moinhos de Vento - Belo parque, localizado no Bairro Moinhos de Vento, caracterizado pela existência de moinhos na sua área em que o trigo era transformado em farinha no final do século XVIII. O "Parcão", como é conhecido pela população porto-alegrense, possui 115.000 m2 repletos de árvores, parquinhos infantis e áreas verdes onde o público se reúne para conversar e/ou levar os seu animais de estimação para brincar.
Theatro São Pedro* - Primeiro teatro da cidade, inaugurado em 27 de junho de 1858. É o mais belo teatro da cidade e passou recentemente por um grande processo de restauração.
Catedral Metropolitana* - Igreja que foi construída na época em que Porto Alegre passou a ser a capital do Estado. Impressiona por sua grandiosidade e beleza.
Palácio Piratini* - Sede do governo estadual, onde o chefe do poder executivo realiza suas atividades. Grande Pálacio ao modelo antigo com a fachada repleta de ornamentos.
Palácio Farroupilha* - Sede do poder legislativo do estado.
Devido à nossa rotina de metróple e sempre estar com pressa para tudo, as vezes não conhecemos a vasta possibilidade cultural que nos cerca. Após o city tour ficamos muito felizes em perceber tanta beleza na nossa cidade. Confira nosso vídeo e fotos deste passeio!
*Todos estes locais estão localizados ao redor da Praça da Matriz, situada no centro de Porto Alegre.

sábado, 2 de outubro de 2010

STB

No início de novembro seremos parte da equipe de viajantes da STB. Publicaremos nossas experiências no site http://www.embaixadorstb.com.br/. Acompanhe!